Uma coisa eu aprendi: você pode até ser legal com as pessoas, mas não espere que as pessoas sejam legais com você(...)De vez em quando, sofro horrores. Me decepciono, fico frustrada, chocada, com medo. Mas continuo mantendo a minha essência, sendo boa com quem é bom.Clarissa Corrêa.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Momento dramático

Eu não queria ser um peso pra ninguém.
As vezes eu penso em ir embora, me sustentar e tentar viver sozinha, quem sabe não ia ser melhor pra todo mundo ficar um pouco longe de mim. Mas sei que isso não é possível, eu preciso de apoio e ajuda pra conseguir algo estável na minha vida. E o medo de isso não dar certo mesmo assim? E o medo de ser um ninguém? A gente vai aprendendo com o tempo, que quanto mais a gente cresce mais as coisas ficam cinzas e sem graça. As vezes eu acho que quanto mais o dia passa, mais a gente vai percebendo como o mundo é cruel. Uns iriam dizer que eu estou reclamando de barriga cheia, e talvez eu esteja, o que me tornaria ainda pior. E a pergunta que eu me faço todos os dias: Porque coisas ruins tem que acontecer com pessoas boas? Minha mãe é uma pessoa boa, meu namorado é, meu cachorro é e eu sou. Minha mãe perdeu o emprego, meu namorado está tentando arranjar um rumo na minha e minha cachorra tem pulgas. E eu? Eu sou só mias alguém que quer que tudo dê certo principalmente pra minha família e pras pessoas que eu amo. Dói tanto ver que tem muita gente por ai passando pelas mesmas coisas e até coisas piores... Porque Deus faria isso com tanta gente que sonha ser alguém na vida um dia? Que sonha conseguir realizar um sonho mesmo que for pequeno e não consegue? A vida é cruel, fria, amarga e faz a gente chorar sempre que pensa nisso. Eu pelo menos sim. Mas depois de refletir um pouco a gente também percebe que não adianta chorar e chorar. Peço um pouquinho mais de força pro meu anjo da guarda e sigo em frente. Tento esquecer as brigas, os problemas e me lembrar o amor e da esperança. É nisso que a gente tem que se apegar. O resto é resto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário