Uma coisa eu aprendi: você pode até ser legal com as pessoas, mas não espere que as pessoas sejam legais com você(...)De vez em quando, sofro horrores. Me decepciono, fico frustrada, chocada, com medo. Mas continuo mantendo a minha essência, sendo boa com quem é bom.Clarissa Corrêa.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Vazio

Me sinto estranha, acordo e não sei o que fazer, o que procurar. Penso em fazer as coisas da minha rotina normal, comer, estudar, mas isso não parece suficiente.Quero algo a mais. Ouço as musicas do rádio, algumas velhas, outras novas de mais, nenhuma me agrada mesmo. Canso e fico no silêncio, tenho preguiça de ouvir minhas próprias musicas, porque provavelmente vou ter que pegar no celular ou no mp4 que não estão perto de mim. Bom, foda-se. Me irrito tão facilmente mesmo que prefiro o silêncio, mas nem sempre ele é bom, as vezes ele me trai, me faz ouvir barulhos normais que minha mente entende como diferentes e fico com receio. Que tolice. Penso nas coisas que vou ter que fazer no dia, já me desanimo, quando penso em não fazer nada, sinto como se não pudesse desperdiçar o dia. Odeio querer fazer as coisas e na hora não querer mais, sou contraditória, porque tive que ser assim? Cansei das mesmas coisas, o que eu queria mesmo é mudar, ter um dia diferente do outro, fazer coisas que normalmente não faço, não me prender tanto às coisas materiais. Tem tanta coisa que eu queria mesmo fazer. Mas hoje me sinto tão bem, corrigindo,agora me sinto tão bem. Nem todos os dias são perfeitos, a diferença das pessoas que dizem tê-los é que elas esquecem as partes ruins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário