Uma coisa eu aprendi: você pode até ser legal com as pessoas, mas não espere que as pessoas sejam legais com você(...)De vez em quando, sofro horrores. Me decepciono, fico frustrada, chocada, com medo. Mas continuo mantendo a minha essência, sendo boa com quem é bom.Clarissa Corrêa.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Uma parte de tudo

As vezes o mundo parece virar de ponta cabeça esperando que você coloque tudo de volta no lugar. Mas isso nunca é possível, o rumo das coisas mudam e querendo ou não é difícil interferir. Antes era um sentimento, agora já é outro, não dá pra controlar. Atentamente observo cada sutil detalhe da minha vida e vejo como algumas mudanças interferem em outras, como algumas palavras interferem em sentimentos, como gestos interferem no universo. Pensar que algo tão pequeno pode ser tão grande, é complicado e quase estranho de imaginar isso. Somos um nada perto de tudo, temos tantas perguntas e a maioria sem respostas, tantos medos sem esclarecimentos, tanto a se pensar e nos preocupamos com o nada. Escrevo e não consigo explicar meus verdadeiros objetivos, penso mas nada sai no papel, imagino mas nada sai da minha cabeça. Planos idealizados e quase mortos, por cada um e por mim mesma. Sei o que preciso fazer, mas preciso mesmo? Não tenho certeza de nada, nunca vou poder ter uma exata certeza, as coisas são assim e isso assusta qualquer um que imaginar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário