Uma coisa eu aprendi: você pode até ser legal com as pessoas, mas não espere que as pessoas sejam legais com você(...)De vez em quando, sofro horrores. Me decepciono, fico frustrada, chocada, com medo. Mas continuo mantendo a minha essência, sendo boa com quem é bom.Clarissa Corrêa.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Fugir da realidade

Estar em algum lugar com quem você gosta e esquecer os problemas, o que te impede de fazer o que quer, o que te faz mal e todo o resto. É uma fuga. Fugir disso as vezes, não é covardia. Cada um e todos tem o direito de querer fingir que tudo está bem e acreditar nisso. Sempre faço isso, pelo menos uma vez por semana eu arranjo meu refúgio. Estar lá me faz sentir segura, me faz sentir inteira. Mesmo que eu não esteja nenhuma das duas coisas, lá eu me sinto como se estivesse. Não que minha vida seja cheia de problemas, a de ninguém é. No máximo são reviravoltas, como um mar onde as ondas vem e vão. Tudo vem e vai, nada é pra sempre. Como eu queria que alguns momentos fossem pra sempre. Os de refúgio então, nem se comparam. Mas não se pode viver só disso, enfrentar a realidade faz você ficar mais forte e crescer, se conhecer, conhecer o mundo. A vida é assim e agradeço por ter em que me apoiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário