Uma coisa eu aprendi: você pode até ser legal com as pessoas, mas não espere que as pessoas sejam legais com você(...)De vez em quando, sofro horrores. Me decepciono, fico frustrada, chocada, com medo. Mas continuo mantendo a minha essência, sendo boa com quem é bom.Clarissa Corrêa.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Coisas que acontecem

Engraçado como a palavra "novo" soa estranho pra mim, sempre tive medo dos meus planos darem errado, de ter que entrar num mundo onde nada é certo, onde tudo pode acontecer a qualquer momento. Minha vida começou a ficar assim no começo desse ano. Um pessimista diria que estava tão escura que não conseguia ver uma palmo a frente, como se a qualquer hora pudesse cair e desmoronar. Já o otimista acreditaria que é cheia de surpresas que te fariam crescer e ser cada vez mais feliz. Infelizmente minha cabeça não gosta muito do meu lado otimista e então só pensava em como tudo podia dar errado e em como as pessoas pensariam coisas ao meu respeito. Que bobagem. Ao longo do ano tive a sensação de que nem tudo é maravilhoso e nem tudo será sempre surpresas boas, algumas podem te machucar e outras te perseguir, mas o pessimismo vai sempre ser vencido por mais que você acredite nele, a vida é um equilíbrio. No fim das contas, ou pelo menos do ano, me sinto feliz. Fiz coisas que nem passavam na minha cabeça, surpresas aconteceram. Nem tudo é maravilhoso, mas alguma coisa vai ser. Ou quem sabe muitas coisas. Relembro alguns momentos e sei que se eu não tivesse entrado nesse mundo desconhecido, elas nunca aconteceriam. Agradeço pelas pessoas que conheci, pelas lembranças que ganhei e pelo laços que criei, sei que por mais ruim que alguma coisa possa parecer, ela tem sempre um lado bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário